30 de julho de 2013

Noites Brancas

título: Noites Brancas
autor: Dostoiéveski
tradução: José Marinho
edição: Inquérito
n.º/ano de edição:  1ª - 1940
colecção: As melhores Novelas dos Melhores Novelistas n.º 10
n.º pág.: 80
formato:  12x19 cm– (in-16)
capa: ---
estado de conservação: 3/5
presença no mercado: esgotado / raro / muito raro
ref: 123709
pvp: 8.90€
sinopse: Noites Brancas (publicado pela primeira vez numa revista em 1848) esboça a figura de mais um herói proscrito da lista de Dostoiévski, desta feita o sonhador. Este sonhador de Noites Brancas não é só um romântico lamechas, mas uma “aberração” social, como o próprio autor (em Crónicas de Petersburgo, 1847) explica: não podendo o homem encontrar o seu lugar no mundo, “(...) nos caracteres ansiosos da actividade, mas fracos, femininos, ternos, nasce a pouco e pouco aquilo a que se chama ‘sonhadorismo’, e o homem deixa de ser homem, torna-se uma espécie esquisita... — o ‘sonhador’ (...). A realidade produz no coração do sonhador uma impressão grave, hostil, que então se apressa a meter no seu cantinho secreto e dourado, que na realidade é, não raro, poeirento, desmazelado, desarrumado e porco. A pouco e pouco, o nosso rebelde começa a alienar-se dos interesses comuns e, gradualmente, imperceptivelmente, começa a embotar-se nele o talento de viver na vida real.” É assim o herói de Noites Brancas, mergulhado na sua trágica solidão. A linguagem deste conto, fazendo jus ao eclectismo do autor neste particular, assume-se ironicamente e de raiz como melifluamente romântica. 
Noites Brancas refere-se às noites do início do Verão em que não escurece, fenómeno observado em ambos os hemisférios a partir dos 60 graus de latitude norte e sul (em Petersburgo vai de 11 de Junho a 2 de Julho). Estas noites de Petersburgo que imitam o dia são o símbolo que preside ao conto de Dostoiévski: o sonho imitando a vida, até se tornar nela, para sempre.
detalhes: ---

encomenda/reserva:
tel: 21 795 93 39
NIB: 0018 0003 1620 840 702 071
(sujeito a confirmação de stock)

(portes grátis para Portugal)

Sem comentários: